Campinas dispersa 2.261 pessoas na 2ª noite da Operação Aglomeração Zero

No segundo dia da Operação Aglomeração Zero em Campinas, entre a noite de sábado, 19/06, e a madrugada de domingo, 20/06, equipes de fiscalização da Prefeitura dispersaram 2.261 pessoas que se encontravam em situação de desobediência às medidas de distanciamento social e sem uso de máscaras, em festas e bares da cidade. Três estabelecimentos foram fechados e os proprietários de outros 136 foram orientados pelos fiscais.

Festa clandestina



A Guarda Municipal também autuou e multou o organizador de uma festa clandestina numa chácara no Jardim Novo Sol, no Distrito do Ouro Verde. A Guarda Municipal foi acionada por meio de uma denúncia anônima para verificar a ocorrência de aglomeração e desobediência às normas de distanciamento e de descumprimento das medidas sanitárias. Os agentes chegaram às 23h ao local, onde acontecia a festa com 150 pessoas sem máscaras e consumindo bebidas alcoólicas. O organizador foi multado em R4 18.943,00.

Ações ampliadas

A Operação Aglomeração Zero teve início na sexta-feira, 18/06, em Campinas e visa evitar e dispersar qualquer agrupamento com 10 ou mais pessoas na cidade. É coordenada pela Secretaria de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública. O foco das ações são os locais com maior número de chamados de aglomerações, bairros com mais casos de Covid-19 e onde há mais denúncias pelo 156 e 153.

A medida amplia as iniciativas da Administração no combate à pandemia de Covid-19. Também para conter o avanço do coronavírus, a partir desta segunda-feira, 21/06, Campinas terá novo horário do Toque de Recolher, das 19h01 às 4h59. O consumo de bebidas alcoólicas em vias e espaços públicos e também em dependências de postos de combustíveis está proibido desde sábado.

Foragido e traficante preso

Também na noite de sábado, em ronda pela cidade, os agentes da Guarda Municipal desconfiaram das atitudes de um homem com uma bolsa a tiracolo. Ao sentir a aproximação dos agentes, o suspeito dispensou a bolsa e saiu correndo, mas foi alcançado e detido. Na bolsa foram encontrados vários pinos de crack. Conduzido ao Primeiro Distrito Policial apurou-se que o homem era foragido da Justiça.