Casal morto no Chile era da região de Campinas

Seis brasileiros foram achados mortos em um apartamento em Santiago, na capital do Chile, na noite desta quarta-feira(22). Entre as vítimas estão duas pessoas que moravam em Hortolândia(SP), região de Campinas.

Além dos Hortolandenses, quatro pessoas eram da cidade de Biguaçu, na Grande Florianópolis.



Eles haviam alugado um apartamento em Santiago para comemorar o aniversário de um dos adolescentes.

Uma parente teria recebido uma mensagem de um dos familiares que estavam lá, em que dizia “não estar se sentido bem”. Após tentar contato sem sucesso, esta parente acionou as autoridades.

Os bombeiros chilenos foram até o prédio e encontraram os 6 corpos. Possivelmente um vazamento de gás tenha causado as mortes. O prédio todo foi esvaziado durante as operações.

A polícia ira investigar a causa do vazamento.

As Vítimas

As vítimas eram todas da mesma família:

Jonathas Nascimento Kruger, 30 anos e Adriane Krueger, mulher de Jonatas, moravam em Hortolândia.

Fabiano de Souza, 41 anos (pai dos adolescentes e marido de Débora); Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos (mãe dos adolescentes e esposa de Fabiano e irmã de Jonathas); Caroline Nascimento de Souza, que completaria 15 anos nesta semana (filha de Fabiano e Débora) e Felipe Nascimento de Souza, 13 (filho de Fabiano e Débora).