Funcionários da Câmara de Campinas podem ter aumento de 40% em salários

Um projeto de lei que elevam as remunerações dos assessores de gabinete, assessores políticos e servidores da Câmara em 2022 teve sua 1ª votação, na noite desta segunda-feira (22). O projeto ainda precisa ser aprovado em 2ª votação na Casa, e depois disso, ainda ser sancionadas pelo prefeito, Dário Saadi (Republicanos).

A proposta é de autoria da Mesa Diretora que argumenta defasagens na remuneração atual dos funcionários.



A primeira proposta eleva o salários dos assessores de R$ 3,6 mil para R$ 5 mil, ajuste de 40%. A segunda proposta concede reajuste de 11,22% aos servidores, a partir de 2022.

Na votação, 22 parlamentares foram favoráveis, enquanto cinco se manifestaram contrários: Débora Palermo (PSC), Luiz Cirilo (PSDB), Mariana Conti (PSOL), Paulo Bufalo (PSOL) e Paulo Gaspar (Novo).