Furto de cabos causa desabastecimento de água em Hortolândia

A Prefeitura de Hortolândia, por meio das secretarias de Serviços Urbanos e de Governo, acompanha de perto as medidas adotadas pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) com relação à interrupção na captação e distribuição de água para o município. O problema surgiu após o furto de cabos na estação captadora em Paulínia, que atende Hortolândia e parte de Monte Mor.

O furto que interrompeu a captação de água na estação, aconteceu por volta das 3h desta segunda-feira (08/11).



Segundo a empresa, casas e edifícios têm capacidade de armazenamento por cerca de 24 horas, a partir daí. Até a normalização do fornecimento, prevista para esta terça-feira (09/11), a orientação da Sabesp é que a população economize água para evitar a falta do produto. A Sabesp informa ainda que trabalha para solucionar o problema.

De acordo com a companhia, o Decreto Estadual 12.342/78 estabelece a obrigatoriedade de reserva residencial para, no mínimo, 24 horas de consumo, em consonância com a norma NBR5626 (ABNT), para que a concessionária de abastecimento possa executar serviços de manutenção como esse, sem que a população seja afetada. Para solicitações emergenciais, a Sabesp disponibiliza os telefones 195 e 0800 0550 195.