Hortolandense que teve 95% do corpo queimado morre no HC da Unicamp

Morreu neste domingo(25/07) o homem que teve 95% do corpo queimado após uma explosão em sua residencia, na sexta-feira (23) em Hortolândia.

Jeferson de 24 anos, estava internado em estado grave no Hospital de Clinicas da Unicamp e não resistiu. De acordo com familiares o velório será na cidade de Sorocaba.



A companheira de Jeferson, que tem 19 anos e está grávida, também estava no local da explosão e felizmente sofreu apenas queimaduras leves na barriga e nos pés e passou por atendimento no mesmo dia no hospital Mario Covas.

De acordo com a mulher a explosão aconteceu quando Jeferson jogou uma bituca de cigarro acesso próximo a um galão de gasolina, causando a explosão.