Obras da Nova alça de acesso a Hortolândia pela Rodovia SP-101 avançam

As obras do complexo viário sobre a rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101) estão em nova etapa. A concretagem da base da nova alça de acesso foi concluída. O próximo passo é a pavimentação do trecho de entrada para quem vem de Campinas e saída para quem segue sentido Monte Mor. A faixa de aceleração também está em fase final de implantação.

As alças de acesso foram construídas sobre vigas com 32 metros de cumprimento depositadas no vão central do viaduto, sobre a linha férrea da Rumo. O primeiro dos três viadutos foi inaugurado em setembro passado. Agora, outros dois dispositivos, integrantes do complexo que permite acesso a Hortolândia são construídas pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), em parceria com a Prefeitura. As alças de entrada facilitarão o fluxo para o motorista que vem de Campinas rumo ao centro de Hortolândia e, respectivamente, da saída de Hortolândia sentido Monte Mor. As duas alças darão acesso à SP-101 e comporão o complexo viário que conecta a rodovia ao Corredor Metropolitano, segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana.



O primeiro viaduto, já inaugurado, permite uma nova entrada para a cidade, na altura do Parque Perón, Jardim Nova América e Jardim Novo Ângulo, contribuindo para agilizar caminhos entre municípios da região e desafogar o trânsito em horários de pico. “Essa, sem dúvida, é uma das obras mais aguardadas por todos, pois vai garantir mais praticidade e segurança aos motoristas e passageiros do sistema de transporte intermunicipal, melhorando substancialmente nosso sistema viário”, explica prefeito Zezé Gomes.

Sobre a obra

A construção do primeiro viaduto foi conduzida pela concessionária Rodovias do Tietê, sob a regulação da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), com apoio da Prefeitura, que acompanhou todos os trabalhos executados na cidade. Segundo o Governo do Estado, o investimento total neste trecho foi de R$ 8,4 milhões. Já a construção dos outros dois viadutos, que servirão como alças de acesso, está sob a responsabilidade da EMTU, com a participação da Prefeitura de Hortolândia.

O novo dispositivo de entroncamento, com elevado e alças de acesso, tem 130 metros de extensão e pista de sentido duplo, com faixas de rolamento com 3,50 metros, de acordo com o Governo do Estado. A média diária de tráfego pelo local é de 55 mil veículos.

Corredor Expresso

Além de criar uma nova entrada para Hortolândia, o corredor expresso integrará diversas cidades da região, desde Americana, passando por Santa Bárbara D’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia, até Campinas. O novo acesso ajudará a reduzir o volume de tráfego rodoviário, amenizando a sobrecarga de trânsito nas principais vias da cidade.

Com o novo complexo viário, motoristas que seguem da Rodovia dos Bandeirantes, no sentido Hortolândia, poderão entrar na cidade com mais facilidade, desafogando o fluxo de veículos na Avenida da Emancipação, no km 9 da SP-101, atual acesso ao município.

Para os motoristas que seguem de Campinas, no sentido Hortolândia, haverá também, neste mesmo trecho, um acesso, agora em construção pela EMTU, em parceria com a Prefeitura – o segundo viaduto do complexo. Esta intervenção evitará o gargalo de veículos que se forma na rodovia, principalmente em horário de pico, e agilizará o trajeto de quem precisa chegar a Hortolândia com rapidez.

Já no sentido inverso, na saída de Hortolândia pela região do Parque Perón, o primeiro viaduto servirá aos motoristas que vêm de diversas cidades, utilizando o Corredor Metropolitano rumo a Campinas; já o terceiro viaduto, em construção, será a alça que direcionará os veículos que saírem do Corredor Metropolitano e seguirem sentido Rodovia dos Bandeirantes/Monte Mor.