Dise de Jundiaí detém dupla e apreende 2,4 mil porções de drogas na região de Campinas

Um dos presos era integrante de organização criminosa; na ação também foram recolhidos celulares, notebook, dinheiro, anotações e balanças de precisão

A Polícia Civil prendeu dois homens, de 33 e 36 anos, envolvidos com o tráfico de drogas. As prisões aconteceram na região de Campinas, no último sábado (27), e resultou na apreensão de 2.412 porções de entorpecentes entre maconha, skunk, cocaína e crack.



Equipes da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Jundiaí, durante investigações, descobriram que um homem, oriundo de Caieiras, na região metropolitana de São Paulo, utilizava um veículo Fiat/Siena para transportar drogas até um imóvel da cidade de Campo Limpo Paulista.

Ainda de acordo com a informações apuradas, o suspeito trabalharia para um integrante de organização criminosa que estaria escondido em Bragança Paulista.

Diante disso, os agentes se deslocaram à residência investigada e iniciaram monitoramento. Eles verificaram que, de fato, um suspeito se diriga ao local com um carro, permanecia por pouco tempo e depois saía em direção a Grande São Paulo.

O criminoso foi abordado em seu veículo na rodovia Edgar Maximo Zamboto e nada de ilícito foi localizado em busca pessoal. Contudo, ao ser levado à especializada para prestar esclarecimentos, ele confirmou o que já havia sido levantado pelos policiais.

A equipe da Dise retornou ao imóvel, na rua Presidente Floriano Peixoto, onde, após vistorias, foram encontradas 1.858 porções de maconha, 203 de skunk, 151 de cocaína e 200 de crack, além de anotações do tráfico.

Ao mesmo tempo, outra equipe da especializada também se deslocou até uma travessa na Estrada Domicio Franco de Camargo, em Bragança Paulista, para abordar o segundo suspeito que, de acordo com informações, possuía um veículo Hyundai/Sonata.

No local, os agentes encontraram o carro em questão em frente a um imóvel, onde foi localizado o outro envolvido. Em vistorias pela casa, foram encontrados dez telefones celulares e um notebook, além de R$ 1.129 em espécie.

Questionado, o homem confessou integrar uma organização criminosa e ser responsável pela contabilidade do tráfico. Ele também foi levado à especializada.

Durante as ações, também foram encontradas embalagens para o acondicionamento de entorpecentes, duas balanças de precisão e documentos de identificação, inclusive um falso. Todo material foi recolhido, assim como os dois carros e o dinheiro. As drogas também foram apreendidas e encaminhadas à perícia.

Os dois homens foram presos em flagrante e indiciados por tráfico e associação ao tráfico de entorpecentes, bem como promover, constituir, financiar ou integrar organização criminosa e uso de documento falso. Ambos foram encaminhado ao Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde permaneceram à disposição da Justiça.