Governo de São Paulo inaugura Deic em Bauru

A unidade reúne todas as atividades de polícia especializada, trazendo mais organização e eficiência

O Governo do Estado de São Paulo inaugurou, nesta quinta-feira (8), a Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil em Bauru. A unidade reúne todas as atividades de polícia especializada, trazendo mais organização e eficiência.



“Essa Deic vai ter uma ação muito significativa com a agilização de procedimentos de investigações e prevenção, já que ajuda na inteligência da polícia”, disse o governador João Doria. “É uma reorganização que oferece um trabalho extraordinário, com o esclarecimento de delitos que tanto incomodam a comunidade local”, completou o delegado-geral Ruy Ferraz Fontes.

Representando o secretário da Segurança Pública, o secretário executivo da Polícia Civil, delegado Youssef Abou Chahin, destacou a importância das Deics regionais para integrar o trabalho de inteligência do interior com a Capital. “Foi um grande avanço para a Polícia Civil ter a concentração dessas especializadas no interior. É uma forma de resposta maior ao crime organizado”, afirmou.

Subordinada ao Departamento de Polícia Judiciária do Interior 4 (Deinter 4), a Deic é composta pela junção das delegacias de investigações Gerais (DIG), Sobre Entorpecentes (Dise) e sobre Homicídios, além do Setor Especializado de Combate aos crimes de Corrupção, Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (SECCOLD) e Grupo de Operações Especiais (GOE).

A unidade atua no combate aos crimes de maior relevância: crime organizado, lavagem de dinheiro, homicídio e latrocínio, crimes contra o patrimônio (roubo a banco e roubos de maior repercussão), tráfico de drogas, além de realizar ações preventivas com o GOE.

Atuando com mais de 30 policiais e 20 viaturas, a Deic foi instalada em um imóvel alugado na Avenida Rodrigues Alves, nº 23, na Vila Cardia, onde funciona a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Bauru. O local abrigava a DIG e a Dise – unidades já extintas.

A unidade especializada da Polícia Civil foi criada por meio de decreto estadual no mês de fevereiro. As atividades foram iniciadas em abril, contudo, o imóvel sede passou por obras, que tiveram início em maio e foram concluídas em meados de setembro.

Foram investidos mais de R$ 225 mil – R$ 165.417,02 do Governo do Estado e R$ 60 de doações por parte do empresariado – na reforma para adequação do espaço, que conta com mais de 50 cômodos, entre salas, celas, banheiros, auditórios e recepção.