Homem é encontrado morto à 500 metros de seu veículo em canavial em Paulínia

Um haitiano de 34 anos foi morto na tarde deste domingo em Paulínia. Segundo os familiares, o homem havia ido até uma igreja juntamente com a família na parte da manhã em Campinas, e ao retornar à tarde ele iria trabalhar na lanchonete onde é chefe de cozinha em Sumaré. 



Ele aproveitou o intervalo que teria durante esse tempo para fazer corridas por aplicativos já que ele também era motorista por aplicativo. nesse meio tempo enquanto ele ligou o aplicativo para fazer as corridas, O homem ficou sem comunicação, o patrão da lanchonete estranhou que o homem não aparecia no trabalho e estava atrasado e entrou em contato com a família. E a família também não sabia onde ele estava.

Alguns ciclistas que pedalavam pela região, avistaram o carro abandonado, e colocaram em um grupo de Whatsapp foto do carro.

O patrão viu uma publicação que dizia que um carro parecido com o do funcionário havia sido encontrado em um canavial em Paulínia. Ele mandou para a família o emplacamento que confirmou que a placa do veículo era do rapaz.

Eles foram até o canavial e o carro foi encontrado, e cerca de 500 metros depois do veículo o corpo do homem de 34 anos também foi localizado.

A princípio a suspeita da polícia é que ele tenha sido morto com golpes de pedradas, já que o corpo não tinha ferimento de perfurações de tiros ou então de facadas.

O caso foi registrado no plantão policial de Paulínia.

A carteira com dinheiro dele foi levada além do celular, mesmo assim, o caso foi registrado como homicídio simples e polícia vai investigar quem foi o autor do crime e também se o motorista foi vítima de um latrocínio.