Indivíduo É Preso Em Flagrante Após Furto em Campinas

Durante patrulhamento pela área central de Campinas (SP) uma equipe da Polícia Militar foi informada por transeuntes que 01 (um) indivíduo de bermuda marrom, camiseta cinza, tênis preto, e tatuagem no braço, havia furtado a loja Pernambucanas, evadindo sentido rua Francisco glicério.

Diante das informações, equipe efetuou patrulhamento com vistas, logrando êxito em abordar um indivíduo com as características transmitidas, pela Rua Francisco glicério próximo ao numeral 230, posteriormente identificando-o como G.G.S., e submeter ele a busca pessoal conforme procedimento operacional padrão da Polícia Militar do Estado de São Paulo (P.O.P. n° 1.01.05 e 1.01.06), sendo que nada de ilícito foi localizado, somente 03 (três) sacolas plásticas brancas em seus bolsos.



Indagado a respeito do fato, informou que não estava furtando, e que iria comprar os produtos que havia pegado, porém, não portava nenhum meio de efetuar o pagamento dos objetos (cartão, dinheiro e afins).

No momento da abordagem, compareceu ao local o gerente da loja Pernambucanas, que confirmou as características do indivíduo e o fato ocorrido, de posse dos objetos que haviam sido subtraídos, informando que o indivíduo havia colocado dentro de uma sacola plástica de cor branca, e que ao deixar a loja, notou que estava sendo seguido pelo gerente, dispensando os objetos pela via e empreendendo fuga.

Diante dos fatos, dado voz de prisão em flagrante delito ao indivíduo por cometimento do crime de furto na forma tentada, sendo transmitido a ele os seus direitos constitucionais, algemando-o (conforme Decreto n° 8.858/16, Art. 2°) para resguardar a integridade física da unidade de serviço, acomodando-o no compartimento de preso da viatura policial-militar.

Observado os objetos subtraídos, totalizaram 11 (onze) peças de vestimenta, sendo 05 (cinco) bermudas marca Norton, 02 (duas) calças de moletom marca ID Basic, 02 (duas) camisetas marca ID Basic, 01 (uma) camiseta manga longa marca ID Basic e 01 (um) vestido longo marca VivaBásicos que, segundo o gerente e etiquetas, totalizaram a quantia de R$ 499.90.

Partes, objetos e dados apresentados na DP, onde o Delegado de Plantão, tomou ciência dos fatos, ratificando a voz de prisão em flagrante delito, pelo cometimento do crime de furto na forma tentada (art. 155, C/C art. 14, II, ambos do Código Penal), arbitrando fiança no valor de R$1.100,00 reais, recebendo a resposta negativa de pagamento, lavrando o BOPC n° 120/2021, restituindo a res furtiva a vítima, permanecendo o indivíduo preso à disposição da Justiça.