Jornalista é agredido por políticos em Valinhos

Ele apurava uma reportagem sobre uma notícias falsas nas eleições do município

Um jornalista foi espancado no início da tarde desta sexta-feira (13), na cidade de Valinhos (SP), enquanto apurava uma reportagem sobre uma notícias falsas nas eleições do município.



Marcos Guedes, da emissora Record TV, estava no bairro Vale Verde, quando ele e o motorista que o acompanhava, foram cercados por um grupo de ao menos oito homens e impedidos de deixar o lugar.

Ao se identificar como repórter, o jornalista foi impedido de voltar para o carro da reportagem pelo policial militar Welton Rodrigo Manchila do Amaral, o Cabo Amaral, candidato a vereador em Valinhos pelo PSD.

Enquanto era hostilizado e intimidado pelo policial, que estava sem farda, Guedes percebeu quando mais um homem que, sem dizer nenhuma palavra, passou a espanca-lo com chutes e socos.

Ao perceber que o repórter somente tentava se defender das agressões, Cabo Amaral também passou a empurrá-lo e impedir que escapasse das agressões.
O principal agressor do jornalista, segundo as investigações da Polícia Civil, foi identificado como Marcio Xavier Filho, membro da campanha política da também policial militar Capitã Lucimara (PSD), candidata à Prefeitura de Valinhos.

O delegado João Neves Netto, de Valinhos, afirma que vai abrir um inquérito policial pelos crimes de lesão corporal e ameaça contra o jornalista da Record TV.

Após as agressões, alguns dos homens que acompanhavam Cabo Amaral e Xavier no ataque passaram a ameaçar o jornalista que, caso ele denunciasse a violência sofrida às autoridades, ele e sua família sofreriam as consequências.

Levado para o hospital de Valinhos pela Polícia Civil, Guedes precisou receber vários pontos cortes na cabeça. As pancadas também causaram lesões na região dos olhos e da boca.

A assessoria de imprensa da Capitã Lucimara informou, no início da noite, que Marcio Xavier Filho foi afastado da campanha da candidata.