Mãe mata filha estrangulada e enterra criança de cabeça pra baixo

Emileide Magalhães, 30 anos, confessou ter matado a própria filha, de dez anos, estrangulada, neste sábado (21) , na zona rural de Brasilândia. Na sequência do crime, a mulher teria enterrado a criança de cabeça para baixo. A morte só foi descoberta neste domingo (22).

Conforme o boletim de ocorrência, Emileite saiu com a vítima, identificada como Gabrielly de 10 anos, e o outro filho, de 13 anos, todos em um carro. Ao chegar na Praça do Ginásio, a mulher dispensou o adolescente e seguiu com Gabrielly até a rodovia MS-040.



Ainda segundo o registro policial, após percorrer cinco quilômetros da cidade, ela entrou em uma estrada vicinal, onde, depois de alguns metros, parou o carro e estrangulou a pequena com um pedaço de fio e depois enterrou o corpo da filha em um buraco e de cabeça para baixo.

Psicopata? 

O relato de Emileide dá conta que, depois do crime, ela voltou para a cidade onde parou em uma conveniência para tomar cerveja. Instantes depois, voltou à cena do crime para checar se Gabrielly estava morta. Ao ver que a filha estava viva, ela jogou mais terra em cima.

Na sequência, a assassina confessa voltou para a cidade, onde ficou circulando sem paradeiro. Depois disso, voltou ao local do crime mais uma vez para saber se a filha estava morta. Desta vez, estava.

Confissão 

Segundo o site, na madrugada deste domingo (22), Emileide procurou um pelotão da Polícia Militar e confessou o crime. Ao lado dos policiais, Emileide mostrou onde estava o corpo.

O crime foi constatado e a Polícia Civil e Perícia foram acionadas.

O delegado de Brasilândia, Thiago Passos, informou que o caso é apurado e que suspeita que o adolescente, também filho de Magalhães, possa ter ajudado no crime.