Moradora de rua é abusada por dois homens desconhecidos

Uma moradora de rua de 27 anos procurou a polícia de Jundiaí para registrar um boletim de ocorrência de estupro. Ela afirmou ter sido abusada por dois homens, que a obrigaram a entrar em um veículo branco, cujas placas não foram anotadas, após ser acordada enquanto dormia na via pública.

Segundo relato da mulher, os estupradores a encontraram na Marginal do Rio Jundiaí e disseram que a matariam caso não fizesse sexo com ambos. Em seguida, pararam em uma rua ainda nas proximidades e desceram, tirando a roupa da declarante para cometer o abuso.



Ela afirmou que, após o estupro, os homens voltaram ao carro e a deixaram no local, seguindo por caminho desconhecido. Foi então até um abrigo que já conhecia e pediu ajuda, sendo encaminhada por populares até o Hospital Universitário para exames médicos.

A mulher não soube informar na delegacia o modelo do carro ou características físicas dos abusadores. Disse também que não teria condição de reconhecê-los se os visse novamente.

Estupros
A polícia de Jundiaí já registrou 46 casos de abusos sexuais apenas nos quatro primeiros meses deste ano. É um dado alarmante quando se verifica que, deste total, 32 foram praticados contra menores de 14 anos, vítimas de estupro de vulnerável.

O restante tem como vítimas pessoas com idade superior, sendo dois casos em janeiro e os mesmos quatro casos em fevereiro, março e abril, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo.

Reportagem: Geraldo Dias Netto