Paciente de 82 anos está perdendo a visão pela demora de tratamento, em Hortolândia

 

O aposentado Domingos Barros Neto, de 82 anos, reclama da demora para a realização do tratamento no Centro de Especialidades, de Hortolândia. Ele é morador na cidade há mais de 16 anos.



Ele contou sua revolta com o transtorno que vem passando e o descaso sofrido por parte do Poder Público Municipal, em específico no setor da Saúde. 

De acordo com o aposentado, com a longa espera, a situação de sua saúde a cada dia só vem se agravando. Ele relatou que procurou atendimento na saúde pública de Hortolândia para tratar o glaucoma e a catarata em 18 de junho de 2021. E devido a morosidade perdeu a visão em um dos olhos e enxerga parcialmente em outro olho. 

A indignação do paciente com toda essa demora é que ele também não poderá renovar a carteira nacional de habilitação por estar perdendo a visão, além de passar a depender da ajuda de terceiros para realizar as tarefas mais simples do cotidiano.

O aposentado se queixa que ao longo de um ano nunca foi procurado pelo departamento de Saúde para ser informado sobre uma data para iniciar o tratamento adequado ou qualquer satisfação a respeito de um retorno. Ainda segundo ele, tem gasto semanalmente um alto valor na compra de colírio e outros medicamentos.

“Depois de muito esperar, fui saber somente agora após a reportagem procurar saber sobre o caso com o departamento responsável, que estou na fila de espera por tratamento em unidade de referência fora do município. Mas só se manifestaram depois de muito tempo”, falou.

O problema não vem sendo enfrentado por apenas uma pessoa. São centenas de pacientes em toda a cidade.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Saúde, informa que o paciente está na fila de espera por tratamento em unidade de referência fora do município. Dúvidas referentes à fila de espera devem ser esclarecidas junto à Secretaria Estadual da Saúde.